Araçatuba,
Texto Menor
Texto Maior
Contraste
Portal da
Transparência
Acesso à
Informação
e-SIC
Verdade ou Boato
Confira se uma notícia é verdadeira ou falsa
Notícias
15/05/2009 17:35:18
Vereadores sugerem área para construir um pronto-socorro (Veja Vídeo)

Os vereadores Edval Antônio dos Santos (PP) e Cido Saraiva (PMDB) querem a construção de um terceiro pronto-socorro em Araçatuba. Nesta sexta-feira, dia 15/05, pela manhã, Cido Saraiva visitou a área da antiga feira do automóvel, na avenida Jorge Mellen Rezek, no Parque Industrial I, que será sugerida à Prefeitura para a construção da unidade.


Durante a décima sexta sessão ordinária do ano, que acontece nesta segunda-feira, dia 18/05, a Câmara Municipal de Araçatuba deve votar projeto de resolução que constitui comissão especial de dois vereadores para viabilizar a construção desse empreendimento.


O objetivo é facilitar o acesso à saúde nos bairros da cidade. Atualmente, moradores de quinze bairros, entre eles o Rosele, Verde Parque, São José e Mão Divina, enfrentam dificuldades quando necessitam de procedimentos de urgência. A unidade básica de saúde mais próxima fica situada no Jardim TV.

A área a ser sugerida para a construção do pronto-socorro é extensa e está sem uso. Tomado pela grama e por dezenas de árvores, o trecho apresenta sinais de abandono, com lixo e objetos jogados, entulhos e muros decaídos. A área também é aberta e fica próxima da rodovia, aspecto que facilitaria o atendimento, na condição de ser colocado em prática.

O vereador Cido Saraiva visitou o local e conversou com moradores. Na avaliação do parlamentar, a saúde necessita de uma atenção especial e urgente. "Queremos atender a população. Com a saúde não se brinca, é momento e as pessoas devem ser atendidas", diz.

Segundo o vereador, se não for permitida a construção na área indicada, outro espaço da cidade seria buscado. "Se for uma área verde não pode ser construído, mas podemos buscar outra área no Rosele ou no Jardim TV", conta.

Os moradores passam por dificuldades enquanto não há um atendimento de urgência e emergência próximo de onde residem.  É o caso da aposentada Maria Jocelina dos Santos. Há 14 anos morando no Parque Industrial, ela enfrenta transtornos quando o marido, que usa cadeira de rodas, precisa de atendimento. "É um sacrifício levar em qualquer posto. Não temos carro e a saúde aqui é difícil", relata.

Para a moradora Eunice Marasca Chibeni, que hoje voltou a pé de um posto de saúde situado em outro bairro, a proposta de criar um pronto-socorro é muito bem-vinda. "Os moradores precisam e a ideia é a melhor coisa do mundo", diz.

A universitária Patrícia Rodrigues mora há sete anos na região próxima à antiga feira do automóvel. Ela reclama que o local tem sido frequentado para práticas marginais. "De uns tempos para cá, as pessoas usam drogas e há prostituição aqui há noite. A sugestão de ocupar esse espaço é ótima", avalia.

Fonte: Assessoria de Comunicação: Carlos Demarchi / Imagem Tv Câmara
Compartilhe:
<< Página Anterior