Araçatuba,
Texto Menor
Texto Maior
Contraste
Portal da
Transparência
Acesso à
Informação
e-SIC
Verdade ou Boato
Confira se uma notícia é verdadeira ou falsa
Notícias
11/02/2005
Vereadores aprovam seis projetos durante sessão ordinária

Os seis itens que constavam na pauta da 2.ª Sessão ordinária do ano de 2005, realizada na segunda-feira (14/02) foram aprovados pelo plenário. Das matérias apresentadas, cinco pediam a abertura de Comissões Especiais de vereadores.

Três propostas foram de iniciativa do vereador Marcelo Andorfato (PSB). Uma delas vai analisar os contratos celebrados entre o DAEA (Departamento de Água E Esgoto de Araçatuba) e as empresas Sanear - Saneamento de Araçatuba S.A. e Geoplan - Assessoria, Planejamento e Perfurações Ltda. A comissão será formada pelos vereadores Marcelo Andorfato, Antônio Edwaldo Costa, Dunga (PSDB) e Cláudio Henrique da Silva, o professor Cláudio (PMN).

Também de autoria do vereador Marcelo Andorfato foram aprovadas mais duas comissões. Uma vai elaborar um novo Regimento Interno da Câmara e a revisão da Lei Orgânica do Município e a outra pleitear a transformação de Araçatuba em estância turística, junto ao governo do estado.

Já a comissão sugerida pelo vereador Jaime José da Silva (PSDB) vai analisar a legislação municipal. A finalidade é fazer um levantamento geral das leis existentes e reunir as que tratam do mesmo assunto. Para desenvolver o serviço, o projeto sugere a contratação de profissionais especializados na área devido à complexidade e demora do trabalho a ser desenvolvido.

De iniciativa do vereador Nei Giron, a duplicação da Rua dos Fundadores também será matéria de estudo de outra comissão. A intenção é proporcionar uma via de acesso melhor para os moradores de zona leste da cidade que engloba bairros populosos como Novo Umuarama, Vicente Grosso, Pinheiros, Ivo Tozzi, entre outros.

Finalmente, foi aprovado também durante a sessão, o projeto apresentado pelo ex-vereador Tadami Kawata que dá nova redação a artigo do Regimento Interno da Câmara. A finalidade é permitir que prefeitos tenham a possibilidade de manifestarem-se perante à Câmara quando estiver em votação projetos referentes às contas da administração julgadas pelo Tribunal de Contas.

A sessão teve início às 7 da noite e foi transmitida ao vivo pela TV Câmara, canal 96 do sistema Vivax de televisão por cabo, pela rádio Cultura AM, 1340 KWZ e pela WEB TV disponível neste site. Os trabalhos legislativos também são retransmitidos pela TV Birigui, canal 19 UHF, a partir das 7 da noite.

Fonte: Assessora de Comunicação - Fátima Mantello
Compartilhe:
<< Página Anterior