Araçatuba,
Texto Menor
Texto Maior
Contraste
Portal da
Transparência
Acesso à
Informação
e-SIC
Verdade ou Boato
Confira se uma notícia é verdadeira ou falsa
Notícias
14/05/2009 10:49:40
Trânsito entre as avenidas Brasília e Pompeu preocupa vereadora (Veja Vídeo)

A situação do trânsito na altura da rotatória de encontro das avenidas Joaquim Pompeu de Toledo e Brasília tem preocupado a vereadora Tieza (PSDB). O local não possui semáforos e o fluxo de veículos é intenso nos horários de pico.


Na avenida Brasília, principal via de acesso para o Jardim Nova Iorque, a fila de veículos passa de 100 metros na altura da rotatória do posto Brasília. O mesmo problema é verificado na avenida Joaquim Pompeu de Toledo.
Sem nenhum semáforo no local, a desordem no trânsito é visível e o motorista precisa ser rápido para evitar acidentes. Os automóveis, ônibus e caminhões dividem o mesmo espaço com os ciclistas e pedestres, que atravessam a via.


O estudante Guy Palma mora no Jardim Nova Iorque e passa de biclicleta pela avenida Brasília todas as quartas-feiras à tarde, após sair do curso de informática. Palma conta que já foi vítima do trânsito caótico no trecho. 
"Sempre tem acidente e gente se machucando. O respeito aqui é zero e já vi pessoas serem atropeladas. Eu já caí de biclicleta. O carro geralmente fecha a gente, que tem que sair muito rápido. É sempre perigoso", diz.


Entre os motoristas que usam as avenidas, a reclamação é frequente. O motociclista Rafael de Souza passa pela rotatória quatro vezes por dia e acha que providências precisam ser tomadas para desafogar o congestionamento. "Ninguém respeita o trânsito aqui. Devia fazer um rodízio de placas e proibir em determinados dias, como é feito em São Paulo. Isso melhoraria bastante", avalia.

O gerente de vendas Ciro Fernando Magalhães segue diariamente para o bairro Umuarama, na zona leste de Araçatuba. "Esse fluxo é perigoso. Você vê muitas mães com crianças dentro de carros voltando da escola. Talvez um semáforo resolveria", observa.

Na saída do Araçatuba Shopping, o fluxo de veículos também é grande e muitos motoristas fazem um contorno perigoso no meio da avenida Joaquim Pompeu de Toledo. Sem abertura no canteiro central, o trânsito fica caótico nos horários do almoço, por volta do meio-dia, e de saída do trabalho, às 18 horas. O acesso aos bairros também fica complicado, principalmente para quem vem pela rua Frascino Genaro e chega até a avenida.

Fonte: Assessoria de Comunicação: Carlos Demarchi / Foto: Angelo Cardoso
Compartilhe:
<< Página Anterior