Araçatuba,
Texto Menor
Texto Maior
Contraste
Portal da
Transparência
Acesso à
Informação
e-SIC
Verdade ou Boato
Confira se uma notícia é verdadeira ou falsa
Notícias
04/05/2009 16:27:42
Representante do Verde Parque pede melhorias para o bairro na tribuna da Câmara (Veja Vídeo)

Representando os moradores do Verde Parque, a estudante Andresa Matias Gomes utilizou a tribuna livre da Câmara Municipal durante a 14ª sessão ordinária do ano, para mostrar as dificuldades que a comunidade do bairro enfrenta por falta de infraestrutura. Por meio de faixas e cartazes, os moradores expressaram suas principais reivindicações.

  

Alguns dos dizeres estampados foram: "Chega de andar 4 KM para ter direito a uma consulta médica"; "Chega de tratar de problemas respiratórios, queremos asfalto", e "Se tem bairro com até três creches, porque não temos uma?".

 

Inagurado há cerca de 13 anos, o Verde Parque é considerado um dos bairros mais carentes do município.  Na noite da última quinta-feira (30/04), a presidente da Câmara Municipal e vereadora, Edna Flor (PPS), esteve no local, ouvindo as reivindicações dos moradores.

 

Os problemas começam já na entrada do bairro. A rodovia Elyeser Montenegro Magalhães (SP-463), via de acesso ao Verde Parque, é palco de frequentes acidentes envolvendo não apenas veículos, mas, principalmente, pedestres e ciclistas. "Atravessar a rodovia é um perigo constante. Quase todos os finais de semana têm ocorrências", afirma o motorista Claudemir Cardoso, morador do bairro há nove anos.

Nem mesmo a instalação de obstáculos e de acostamento foi suficiente para reduzir o perigo. "Só pioraram. Quem vai atravessar acha que os carros vão diminuir a velocidade por causa dos obstáculos, o que não acontece. Os motoristas também utilizam o acostamento para ultrapassar outros veículos que estão na pista", conta a auxiliar de produção Luciana dos Santos Vieira. Por isso, os moradores pedem a construção de uma passarela no local, enquanto a duplicação da via não acontece.

Outra reivindicação da comunidade do Verde Parque é o asfalto. Nenhuma rua do bairro é pavimentada, o que gera transtornos em dias de chuva e também de sol. "Quando chove, é um barro só. Na seca, a poeira causa problemas alérgicos e respiratórios", diz o pedreiro Airton da Silva Ribeiro. Até mesmo os coletivos da TUA (Transporte Urbano Araçatuba) encontram dificuldades para transitar pelo bairro, devido à lama e à grande quantidade de buracos. "Quando chove, o ônibus circula em menos da metade do bairro", lamenta o aposentado João Bispo Cardoso.

Os moradores também reclamam dos terrenos baldios e das casas abandonadas do bairro. O mato alto e o lixo que tomam conta desses espaços levam animais peçonhentos para dentro das residências, como escorpiões, ratazanas e cobras. Outra reclamação é a falta de serviços. Sem escola, creche e posto de saúde, os moradores precisam se deslocar ao Eteucle Turrini, São Rafael, Antônio Vilella e Rosele, para atendimento. Há transporte escolar, mas os estudantes queixam-se de que os ônibus circulam sempre lotados.

Sensibilizada com os relatos dos moradores, a vereadora Edna Flor comprometeu-se a realizar outras reuniões antes de apresentar as reivindicações ao prefeito Cido Sério. "Faltam tantas coisas que precisamos elencar as prioridades para, depois, junto com a administração municipal, verificar qual a melhor forma para começarmos a dar a assistência necessária ao Verde Parque", anunciou a vereadora.

Fonte: Assessoria de Comunicação: Suzy Faria / Foto: Angelo Cardoso
Compartilhe:
<< Página Anterior