Araçatuba,
Texto Menor
Texto Maior
Contraste
Portal da
Transparência
Acesso à
Informação
e-SIC
Verdade ou Boato
Confira se uma notícia é verdadeira ou falsa
Notícias
18/05/2009 22:05:03
Município se mobiliza contra a hepatite(Veja Vídeo)

A presidente da ONG (Organização Não-Governamental) AraCvida (Grupo de Apoio a Portadores de Hepatite C de Araçatuba), Faustina Amorin da Silva, ocupou a Tribuna Livre da Câmara Municipal, durante a 16ª sessão ordinária do ano, realizada nesta segunda-feira (18), para convidar a população para participar da semana de prevenção a hepatites B e C, que começou hoje e se estenderá até o próximo domingo (24).

O evento marca a celebração do Dia Mundial da Hepatite, comemorado amanhã (19). Integrantes da AraCvida e profissionais da saúde que apoiam a causa compareceram à sede do Legislativo araçatubense e ergueram faixas temáticas do evento.

De acordo com a presidente da organização - que descobriu ser portadora de hepatite C em 1995, após realizar uma cirurgia de estômago, e conseguiu se curar dez anos depois - a iniciativa conta com o apoio da Prefeitura, por meio do Programa de DST/Aids e Hepatites da Secretaria de Saúde e Higiene Pública, e das secretarias municipais de Educação e Esporte, além da Secretaria Estadual da Educação.

"Vamos intensificar as informações sobre a doença e dar dicas sobre a importância de se prevenir contra ela ou até mesmo fazer o tratamento adequado, no caso de diagnóstico positivo para a hepatite, seja ela do tipo B ou C", informou.

Entre as atividades previstas, estão a panfletagem, realização de palestras e debates com a participação de cerca de mil alunos da Escola Estadual "Clóvis de Arruda Campos" (Paraisão), a distribuição de 20 mil panfletos com orientações, que será feita em inúmeros pontos da cidade e escolas.

"Também está programado o envolvimento dos agentes do PSF (Programa Saúde da Família), encarregados de fazer orientações sobre a hepatite durante as visitas casa a casa, com o objetivo de conscientizar as pessoas quanto às situações de risco, incentivando-as para que procurem uma UBS (Unidade Básica de Saúde) para realizar o exame", explicou.

Faustina relembrou que, atualmente, uma em cada 12 pessoas no mundo é portadora de hepatite crônica B ou C, mas a grande maioria não sabe que está infectada por ser a hepatite "uma doença assintomática e silenciosa".

"A informação é a palavra-chave para prevenir-se contra a doença e até mesmo descobrir precocemente quando o diagnóstico for positivo. Quando descoberta em tempo, a saúde do paciente tem condições de se restabelecer com mais efetividade", concluiu.

Para obter mais informações sobre a doença e orientações de prevenção e tratamento, a AraCvida atende nos telefones 3623-5988 e 3623-4557, além do e-mail famorin@ig.com.br.

Fonte: Assessoria de Comunicação: João de Paula/ Foto: Angelo Cardoso
Compartilhe: