Araçatuba,
Texto Menor
Texto Maior
Contraste
Portal da
Transparência
Acesso à
Informação
e-SIC
Verdade ou Boato
Confira se uma notícia é verdadeira ou falsa
Notícias
14/09/2007
Escolas deverão dispor de recipientes para coleta de materiais recicláveis

O projeto é de autoria do vereador Mário Mardegan (PSDB) e será analisado em primeira discussão na próxima segunda-feira, 17 de setembro. Outros seis itens fazem parte da pauta de trabalho da 28.ª sessão ordinária do ano de 200.

O vereador Mário Mardegan quer que os estabelecimentos de ensino do município, tanto da rede pública quanto privada, sejam obrigados a instalar recipientes para a coleta de materiais recicláveis. O projeto estabelece ainda que as escolas deverão orientar seus alunos e familiares a realizarem o armazenamento correto dos materiais e a participarem da coleta seletiva. A intenção do vereador é cooperar para a preservação do meio ambiente, visto que o problema com o destino do lixo é cada vez mais preocupante. "É importante ressaltar também que o processo de reciclagem do lixo tem caráter econômico e social, pois gera empregos e lucros.", disse o vereador.

Durante a sessão, os vereadores analisam ainda a matéria apresentada pelo vereador Marcelo Andorfato (PSB) que pretende instituir um programa municipal de incentivo à doação de medula óssea e de sangue do cordão umbilical. Outra projeto é de autoria do vereador Cabo Claudino (PRB) e dispõe sobre a reserva de vagas de estacionamento defronte a bancos e casas lotéricas para as viaturas polícias e veículos destinado ao transporte de dinheiro.

Em discussão única, o plenário vota o projeto de lei que revoga cessão de lotes no bairro Vila Mendonça à Associação dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo e outro que restabelece prazo de vigência da comissão especial que está analisando a legislação atual que beneficia os portadores de deficiência física.

De autoria do vereador Arlindo Araújo (PPS) volta a pauta, para a continuidade da primeira discussão, a matéria que pretende proibir a afixação de faixas e cartazes de propaganda em árvores da cidade e outro projeto, este em segunda discussão, que visa proibir as queimadas no perímetro urbano e adjacências.

A sessão será transmitida ao vivo pela TV Câmara, canal 96 do sistema VIvax de televisão por cabo, pela TV Birigui canal 19, pela Rádio Cultura AM - 1.110 KHZ e também pela WEB TV, disponível neste site.

Fonte: Assessoria de Comunicação - Fátima Mantello
Compartilhe:
<< Página Anterior