A Câmara de Araçatuba aprovou na sessão de segunda-feira (09/02) projeto de resolução do vereador Professor Cláudio, que cria uma comissão composta por três vereadores para realizar estudos sobre a criação de um plano de carreira para servidores do magistério público e acompanhar sua tramitação pelo Legislativo.

" /> A Câmara de Araçatuba aprovou na sessão de segunda-feira (09/02) projeto de resolução do vereador Professor Cláudio, que cria uma comissão composta por três vereadores para realizar estudos sobre a criação de um plano de carreira para servidores do magistério público e acompanhar sua tramitação pelo Legislativo.

"/>

Araçatuba,
Texto Menor
Texto Maior
Contraste
Portal da
Transparência
Acesso à
Informação
e-SIC
Verdade ou Boato
Confira se uma notícia é verdadeira ou falsa
Notícias
09/02/2009
Comissão vai acompanhar a criação de um plano de carreira para professores da rede pública municipal

A Câmara de Araçatuba aprovou na sessão de segunda-feira (09/02) projeto de resolução do vereador Professor Cláudio, que cria uma comissão composta por três vereadores para realizar estudos sobre a criação de um plano de carreira para servidores do magistério público e acompanhar sua tramitação pelo Legislativo.

   Discursando na tribuna, o professor Cláudio destacou que a comissão pretende discutir o plano com toda a sociedade e convidar os diretores de escolas, professores e funcionários para um amplo debate na Câmara, com a presença de sindicalistas, vereadores e do prefeito Cido Sério.

    A educação em Araçatuba conta atualmente com 1.400 funcionários e tem uma verba de R$ 58 milhões. O vereador Edval Antônio dos Santos disse que o atual plano de carreira dos professores da rede municipal de Araçatuba é de 2003 e já está defasado. A vereadora professora Durvalina também elogiou a proposta de formação da comissão e ressaltou a importância de se discutir o plano com toda a sociedade.

         Equiparação salarial

A Câmara também aprovou criação de uma comissão especial de três vereadores para estudar a equiparação salarial dos professores que estão no convênio de municipalização de ensino. A comissão vai negociar com o prefeito Cido Sério para fazer a complementação salarial dos professores do Estado que estão na rede municipal. Um professor do Estado, em início de carreira, ganha cerca de R$ 960,00 por mês, enquanto o do município recebe cerca de R$ 1,3 mil por mês. Segundo o professor Cláudio, autor do projeto, cerca de 80 professores do Estado estão nessa situação em Araçatuba.

    

   

Fonte: Assessoria de Imprensa: Fernando Sávio
Compartilhe: