Araçatuba,
Texto Menor
Texto Maior
Contraste
Portal da
Transparência
Acesso à
Informação
e-SIC
Sistema Eletrônico do Serviço de Informações ao Cidadão
Notícias
26/03/2019
Rotativo: vereadores querem saber quanto empresa arrecadou em 2018

Os vereadores de Araçatuba aprovaram ontem (25), durante a fase do Grande Expediente da 8ª sessão ordinária do ano, seis requerimentos de informação oficial. Cinco desses pedidos endereçados ao prefeito Dilador Borges (PSDB) foram apresentados pelo vereador Arlindo Araújo (PPS).

Um deles solicita o valor arrecadado pela empresa Arapark no ano passado com o sistema do estacionamento rotativo no município. O documento pede também o valor repassado para a Secretaria Municipal de Assistência Social nesse mesmo período e a respectiva documentação que comprova as transferências financeiras ao órgão público.

O contrato firmado no ano passado pela Prefeitura e a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), no valor de R$ 100 mil, foi alvo de um outro requerimento apresentado pelo vereador Arlindo Araújo.

Arlindo faz menção a um termo celebrado entre as duas partes para realizar serviços de consultoria técnica especializada, com prazo de seis meses, visando à elaboração do programa de modernização da administração municipal. No requerimento, Arlindo quer saber qual foi o resultado da consultoria, quais as recomendações foram indicadas como necessárias e se a Prefeitura já as adotou na prática.

A periodicidade da manutenção das galerias pluviais, a construção de rampas de acessibilidade em escolas municipais – por força de determinação judicial – e a existência de repasse de verbas para alguma associação de amigos de bairro em 2018 foram temas dos outros três requerimentos apresentados pelo vereador Arlindo Araújo.

ENDOMETRIOSE

A dificuldade encontrada por mulheres para tratar a endometriose foi tema de um requerimento de informação oficial apresentado pelo vereador Carlinhos do Terceiro (SD) e aprovado pelo Plenário. Endometriose é uma doença que se caracteriza pela presença do endométrio (tecido que reveste o útero) fora da cavidade uterina.

No texto do requerimento, Carlinhos pergunta quantas mulheres são diagnosticadas anualmente com a doença na rede municipal de saúde. O vereador quer saber ainda quanto tempo o município coloca à disposição da paciente o tratamento necessário depois de ela ser diagnosticada.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação: João de Paula// Foto: Angelo Cardoso
Compartilhe:
<< Página Anterior