Araçatuba,
Texto Menor
Texto Maior
Contraste
Portal da
Transparência
Acesso à
Informação
e-SIC
Verdade ou Boato
Confira se uma notícia é verdadeira ou falsa
Notícias
04/06/2024
Requerimento cobra a duplicação de trecho da Prestes Maia

Os vereadores de Araçatuba aprovaram quatro requerimentos de informações oficiais durante o Grande Expediente da 18ª Sessão Ordinária do ano, realizada na segunda-feira (03/06). Uma das solicitações questiona a duplicação da avenida Prestes Maia, no trecho entre o condomínio Serra Dourada e a avenida José Ferreira Batista.

De acordo com o vereador Arlindo Araujo (Solidariedade), o trânsito no local é complicado e perigoso, principalmente nos horários de pico. “Tem um terreno em frente ao condomínio, que é da Prefeitura, onde poderia ser construída mais uma faixa da avenida para evitar o afunilamento”, afirma o parlamentar.

No requerimento, Arlindo pergunta se a Prefeitura tem projeto para a extensão da avenida Prestes Maia neste trecho, quando as obras serão iniciadas e qual o valor estimado.

O plenário aprovou ainda outro pedido de informações apresentado pelo vereador Arlindo Araujo. O documento trata da retirada de grande quantidade de terra de uma área localizada na rua Clóvis Beviláqua, no Jardim Alvorada. O parlamentar quer saber se a área é pública ou particular e se há riscos para as construções do entorno.

ILUMINAÇÃO PÚBLICA –

Outro requerimento aprovado, de autoria do vereador Wesley da Dialogue (Podemos), questiona o início da PPP (parceria público-privada) para a execução dos serviços de iluminação pública no município.

O parlamentar também pergunta sobre a possibilidade de priorizar locais que estão às escuras e com alto índice de acidentes, como a extensão da avenida Waldemar Alves e a estrada municipal Caran Rezek, vias de acesso aos bairros Porto Real e Residencial Paquerê, respectivamente.

“Os problemas da falta de iluminação nesses pontos já é assunto antigo para todos os vereadores. É necessário que nós enquanto parlamentares estejamos atentos às soluções para todos eles”, disse Wesley em plenário.

Completa a lista de aprovações um requerimento do vereador Lucas Zanatta (PL) sobre a relação da vacinação de crianças e adolescentes com as matrículas na rede municipal de ensino.

O parlamentar pergunta se a apresentação da declaração vacinal do aluno é obrigatória para a realização da matrícula e se a Carteira Nacional de Vacinação pode ser retida pela Unidade de Saúde que realiza a imunização.

A Prefeitura tem 15 dias, passíveis de prorrogação pelo mesmo período, para responder aos questionamentos.

Fonte: Assessoria de Comunicação: Suzy Faria // Foto: Angelo Cardoso
Compartilhe:
<< Página Anterior