Araçatuba,
Texto Menor
Texto Maior
Contraste
Portal da
Transparência
Acesso à
Informação
e-SIC
Sistema Eletrônico do Serviço de Informações ao Cidadão
Verdade ou Boato
Confira se uma notícia é verdadeira ou falsa
Notícias
11/02/2020
Lucas Zanatta questiona funcionamento de ecoponto do São José

Os ecopontos em Araçatuba voltaram a ser tema de requerimento de informações oficiais aprovado pelo plenário. Dessa vez, o vereador Lucas Zanatta (PV) questionou o horário de funcionamento do ecoponto localizado no Jardim São José. Esse foi um dos quatro pedidos deliberados na 2ª Sessão Ordinária do ano, realizada na segunda-feira (10/02).

Usuários denunciaram ao gabinete do vereador que na última quarta-feira (05/02), o ecoponto do São José permaneceu fechado das 11h30 às 13h e que no local não há caçambas suficientes para o descarte de materiais.

As reclamações levaram Lucas Zanatta a apresentar o requerimento, perguntando o motivo do fechamento do ecoponto no horário mencionado e a logística para o atendimento dos usuários quando o ecoponto está fechado ou quando as caçambas estão cheias. O vereador também quer saber qual a periodicidade de esvaziamento das caçambas.

“Eu me incomodo com o fato de tratar desse assunto pela terceira vez num curto espaço de tempo. Sou favorável a esses locais, mas eles precisam funcionar plenamente”, afirmou Zanatta em plenário.

BALANÇO –

Outros três requerimentos de informações oficiais, todos eles assinados pelo vereador Arlindo Araújo (Cidadania), também foram aprovados na 2ª Sessão Ordinária do ano.

Um dos documentos trata das 25 mil notificações que foram entregues pela Prefeitura a munícipes que ampliaram a área construída de seus imóveis. Arlindo quer saber quantos desses moradores já apresentaram pedidos de revisão do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) por discordarem dessa ampliação.

Arlindo Araújo ainda pergunta à Prefeitura sobre a quantidade de crianças matriculadas na educação infantil nos anos de 2019 e 2020, e o valor destinado ao Município no último trimestre de 2019 pelo Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação).

Os requerimentos aprovados serão encaminhados ao prefeito Dilador Borges (PSDB), que tem 15 dias para responder aos questionamentos. O prazo pode ser prorrogado pelo mesmo período, se o plenário autorizar.

Fonte: Assessoria de Comunicação: Suzy Faria // Foto: Angelo Cardoso
Compartilhe:
<< Página Anterior