Araçatuba,
Texto Menor
Texto Maior
Contraste
Portal da
Transparência
Acesso à
Informação
e-SIC
Sistema Eletrônico do Serviço de Informações ao Cidadão
Verdade ou Boato
Confira se uma notícia é verdadeira ou falsa
Notícias
06/05/2020
Câmara apela para aumento do isolamento social em Araçatuba

A notícia de que Araçatuba está entre as 20 cidades com o pior índice de isolamento social no Estado repercutiu na 12ª Sessão Ordinária da Câmara, realizada nesta semana. A presidente da Casa, vereadora Tieza (PSDB), apelou à conscientização da população para a melhora do número.

“Vai ficar muito difícil se as pessoas não colaborarem. Em nome da Câmara, a gente faz um apelo para que as pessoas que podem ficar em casa, fiquem. Olha quanta gente doente. Será que as pessoas não assistem à televisão? Não podemos negligenciar”, afirmou Tieza durante a sessão.

O índice mínimo de 50% está sendo exigido pelo governo estadual para a retomada gradual da atividade econômica. “Se apertarmos o cerco agora, quem sabe tenhamos outro cenário a partir do dia 10”, continuou Tieza, referindo-se à data prevista para o início da flexibilização da quarentena no Estado.

“Precisamos entender que nós não só pegamos essa doença, mas também passamos para os outros. A gente morre e a gente mata. Então, vamos ter juízo e responsabilidade”, pontuou a presidente.

DEBATE –

Embora contrário à medida de isolamento social na cidade, o vereador Lucas Zanatta (PV) também pediu a colaboração dos araçatubenses. “Peço para as pessoas aumentarem essa média só para que o governador se dê por satisfeito”, disse o parlamentar, reiterando que Araçatuba mantém uma média de 8 a 14 internações por covid-19 desde o início da quarentena. “Nossos números não estão variando”, avaliou.

O vereador Professor Cláudio (PMN) criticou a adoção generalizada do isolamento social. “Eu acho que o governador erra quando deixa fechadas as cidades que ainda não têm o vírus instalado”. Mas comentou que esse não é o caso de Araçatuba. “O vírus está aqui e temos que ficar em isolamento sim. É necessário”, disse.

O vereador Denilson Pichitelli (PSL) cobrou respostas da administração municipal aos requerimentos aprovados pela Câmara que cobram informações sobre a estrutura para atendimento de casos de covid-19 no município. “É preocupante não sabermos se a nossa cidade tem condições de suportar o aumento do número infectados. Precisamos dos dados para ter uma opinião, se libera ou não o comércio em nossa cidade”, justificou.

Encerrando o debate, o vereador Gilberto Batata Mantovani (PL) apontou motivos para o baixo índice de isolamento social registrado na cidade. “Milhares de pessoas receberam o auxílio emergencial de R$ 600, sem contar que muitos moradores da região fazem suas compras em Araçatuba”, disse o parlamentar. Ele também questionou o repasse de recursos federais para a cidade destinados exclusivamente ao combate à pandemia. “Quanto de recursos vêm para Araçatuba como sede de região?”, perguntou.

PIOR ÍNDICE –

Em entrevista coletiva, na segunda-feira (04/05), o governador João Doria informou que Araçatuba registrou 44% de isolamento social no sábado (04/05), o pior índice do Estado. O monitoramento é feito por uma central de inteligência, que analisa os dados de telefonia móvel.

Fonte: Assessoria de Comunicação: Suzy Faria // Foto: Angelo Cardoso
Compartilhe:
<< Página Anterior